Grupo de Plastimodelismo de Campinas

Review – U.S.Military Police – 1/35

Modelo fornecido pela Miniart, para review e sorteio no 23º Open GPC

Modelo: U.S. Military Police

Kit nº: 35085

Fabricante: Miniart

Escala: 1/35

Modelista: Pedro Neto

MiniArt Models foi criada em 2001 em Simferopol, na Ucrânia. Entre 2001 e 2014 a empresa inovou com kits de figuras, acessórios para militaria e dioramas em diversas escalas e em ações militares ou civil, inovando a cada projeto novo lançado. Em 2014 a empresa se muda para Kiev, capital da Ucrânia, e permanece por dois anos sem nenhum lançamento, devido a mudança de toda a produção da região da Crimeia, muito devido a crise de 2014. Atualmente a produção esta em franca ampliação, com kits de tanques, acessórios para dioramas, figuras e também com o kit deste review, um alivio na ausência de kits de motos nessa escala, alem um bom “substituto” para o antigo kit Tamiya. Vale uma visita no website http://miniart-models.com.

A Harley-Davidson começou a produzir o WLA em pequeno número em 1940, como parte de uma expansão militar geral. A entrada posterior dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial viu um aumento significativo da produção, com mais de 90.000 sendo produzidos durante a guerra (juntamente com peças de reposição o equivalente a muitos mais). A Harley-Davidson também produziria uma variante do WLA para o Exército canadense chamada WLC e também forneceria números menores para o Reino Unido, África do Sul e outros aliados, além de atender aos pedidos de diferentes modelos da Marinha e do Corpo de Fuzileiros Navais.

Excepcionalmente, todos os WLAs produzidos depois de Pearl Harbor, independentemente do ano real, receberiam números de série indicando a produção de 1942. Assim, as máquinas do tempo de guerra seriam conhecidas como 42 WLAs.

Muitos WLAs seriam enviados para aliados no programa Lend-Lease. O maior destinatário foi a União Soviética, que vendeu mais de 30.000 WLAs.

A produção do WLA cessaria após a guerra, mas seria revivida para a Guerra da Coréia durante os anos 1949-1952.

O kit

Vem numa caixa de tamanho médio, contendo três “arvores” cinza claro, sendo dois deles idênticos para construção das duas motos, um para cada, ocupando o tamanho da caixa. A terceira “arvore” contem as peças para montagem das duas figura. Também acompanha duas “arvores” de transparências e duas folhas de photo-etched. Uma folha de decais e um manual de instruções, frente e verso com três dobras.

A qualidade dos moldes me surpreendeu, pelo que eu conhecia dos moldes antigos da Miniart (principalmente 1/16), feito em plástico injetado, quase sem rebarbas, o que confere uma  limpeza mínima de moldes e detalhes nítidos. Muitas das partes são bem pequenas e delicadas, mas são muito bem feitas e eu colocaria a qualidade junto às melhores fabricantes.

As instruções são claras, mesmo o manual apresentando 6 línguas, nenhuma sendo o português, o que não atrapalha em nada a leitura e entendimento das instruções, que são fáceis de seguir e tendo uma progressão lógica de etapas. Diferente de outros kits de figuras 1/35 da Miniart que apresentam as instruções de pintura nas costas da caixa do kit, o manual traz na última página um guia para colocação de decalques e pintura com uma cartela de cores  listando o número de tinta apropriado a ser usado para Vallejo, Testors, Tamiya, Humbrol, Revell e Mr.Color (em ingles e em sirilico).

As motos são muito bem impressas e incluem uma quantidade interessante de photo-etcheds para um kit tão pequeno. Gostei muito dos detalhes e da quantidade de peças pequenas que existe neste kit, sendo uma montagem bem divertida e cuidadosa, principalmente para evitar o monstro do tapete. As lanternas e o pára-brisas vem na “arvore” transparente. O motor é bem detalhado para o tamanho apresentado, mas para uma montagem mais detalhada, o kit não traz nada em P.E. para o motor e nenhuma fiação, tendo que ser elaborado em scratch pelo menos caso o modelista queira acrescentar esse nível de detalhamento.

As rodas são um espetáculo a parte, contendo  dois conjuntos de raios em photo-etched que são formados em uma forma de tigela usando gabaritos que são fornecidos como parte do kit (peças 42 a 45). Estes são unidos e inseridos nos pneus que são montados em três fatias para dar a melhor definição de pneu. O efeito final é muito bom e uma enorme melhoria em relação aos raios moldados em plástico mais grossos, apresentados nos its mais antigos, como os da Tamiya.

As figuras são muito bem gravadas em duas poses e detalhes bem nítidos. As cabeças são cheias, os capacetes ocos. Uma cabeça tem a correia de queixo do capacete moldada, a outra não. Um deles inclui um cordão de apito mostrado em sua túnica e ambos tem um coldre de couro para o Colt M1911A1 .45. Os coldres têm o emblema “U.S.”. Ambos recebem uma bolsa para pentes de pistolas sobressalentes e uma das figuras também recebe a pequena bolsa de primeiros socorros. Há uma mochila com um saco de dormir, uma pequena bolsa e um par de bolsas de panier alternadas no sprue para uso em uma das bicicletas.

Os decalques apresentam as marcações da Polícia Militar para cada moto, além de decalques para os capacetes das figuras. Há também decalques para as braçadeiras de braço, mas apenas as letras MP, então você precisa pintar as braçadeiras primeiro.

CONCLUSÃO

Um ótimo kit para o nível de kits da Miniart que eu conhecia. Para o nível de detalhe que o kit apresenta, vale muito a pena. Sempre vejo as motos serem um item negligenciado quando se trata de fazer dioramas, com muito poucos exemplo por ai afora, mas esse kit preenchem um nicho enorme e não deixa nada há dever. Se você quiser tentar algo diferente, e usar algo que possa preencher o vazio geralmente atribuído a um jipe, então pegue este kit, você ficará muito feliz

Compartilhe este post:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Curta o nosso conteúdo: